quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Ps.: Eu te amo.


Queria olhar nos seus olhos. Eu sei, e você também deve saber, que só as letras rabiscadas num pedaço de papel não resolvem muita coisa. Vou te mandar milhares de cartas, por milhares de anos, e encher a porta da sua casa com minhas palavras tortas. Se sua pressa deixar, você irá parar sua vida por cinco minutos pra escrever qualquer coisa em resposta, pra pensar em tudo que eu disse. Não me importo em gastar meu português ruim se sua visão embaçada for se esforçar pra ler.
Mas tem uma coisa que eu nunca vou conseguir dizer, muito menos explicar. Não posso falar das batidas do meu coração. Não posso nem contá-las enquanto escrevo. E é aí que me preocupo com a distância, não por separar nossas mãos, mas pelo som das batidas descompassadas aqui no meu peito que você não poderá ouvir.
Não se esqueça de voltar.

Ps.: Eu te amo.

3 comentários:

  1. ount q lindo larissa... eitaa amor!!
    seguindo aqui agora viu? beijo

    ResponderExcluir
  2. pra quê textos tão bons, que traduzem tudo? rs

    ResponderExcluir

deixe seus pingos nos Is: